Salvador – A paixão começa a borbulhar em meu ser…


Passado o susto, e a mulher que apertou minha bunda saiu correndo e rindo… Oo… Continuamos a conversar… Eu entre uma palavra e outra ainda soltava.. Gente o que foi aquilo?? Meo Deosss! Que loucura maluco.. como alguém sai do Rio, vai para Salvador e enquanto conversa com seus amigos ainda leva uma apalpada na bunda?? Sem contar o surrealismo de encontrar um amigo Português, do nada sem combinar nem nada, andando na mesma praia que você no mesmo horário!!!! Minhas primeiras horas em Salvador estavam bem animadas e ainda prometiam muita coisa 😉 A fome começou a apertar (para variar eu vivia faminta!!), Dido falou que ia conosco comer em algum canto e nos levar em um lugar bom e barato nham nham que coisa boa!! Saímos da praia, meu amigo Português foi se despedindo da gente no meio do caminho e partiu para casa de outros amigos que lá estavam com ele =) , Dido nos levou em umas ruelas, saímos da orla e fomos por de trás aonde nos mostrou alguns PFs e Self Service sem balança, era sexta feira, então a rua toda tinha especialidade em comida baiana.. é lá na Bahia, Salvador!!! Os restaurantes só faziam comida BAIANA na sexta feira!! Pelo menos esses assim que não são muito chiques e não nos cobram os olhos da cara!


Escolhemos um jeitosinho e entramos, perguntamos quais eram os pratos e a moça nos informou.. tem assado de boi, frango, outra coisa lá que não lembro e MARISCADA (Hummm taí a comida baiana, pelo menos uma especialidade baiana em cada restaurante em dia de sexta feira =p) Vamos que vamos!!! Eu e Laísa dividimos uma mariscada, Dido pediu um assado de boi e Denise com Marcia comeram um frango.. o meu prato deu Dez reais, sendo que dividi com Laísa então acabou sendo 5 para cada uma.. E falo que foram os cinco reais mais bem gastos!! O prato era enorme, a comida deliciosa, muito bem feita e cheirosa!! Quando Marcia e Denise viram o prato até quiseram trocar seu frango por ele, mas já não dava tempo, o frango já estava vindo =/ . Era um prato enorme também com um gigantesco pedaço de frango que parecia ter saído de um dinossauro e não de um frango comum =p , prato esse que também foi dividido pelas duas e ainda sobrou um pouco… Não preciso falar que Dido por ter comido o seu sozinho, também deixou um bucado, né? Rsrsrs o PF do local era realmente grande , Fotografei o prato de Mariscada, mas na foto não saiu a dimensão que estou falando.. só as cores e belezas do bendito prato, que me dá saudades e água na boca só de lembrar =) Que lugar abençoado 😉 Já eram 15 horas e Dido pegava seu turno no albergue nesse horário, então simbora e vamos voltar… Continuamos por dentro, não passamos mais pela Orla,  vimos a rua atrás do albergue cruzamos um posto, aonde Laísa que estava com uma marca vermelha em seu corpo, promovida pelo Sol.. levantou um pouco do short e viu que além de estar vermelha no corpo ainda estava com a marca do short!!! E bemmmmm forte!!! Nesse momento o posto veio abaixo! Ela simplesmente havia esticado sua perna e levantado menos de um dedo o short para ver a marca.. e mesmo assim.. uma onda de fiu fiu e coisas do gênero tomaram conta da rua… Parecia que naquele momento tudo que respirava e tinha vida estava olhando para gente e falando alguma coisa… a rua inteira parou e buzinas assobios e cantadas tornaram parte integrante do cenário… Passado o momento musa de Salvador, Dido foi nos dando dicas.. Aqui tem um açaí maravilhoso.. aqui pode fazer comprar (Um supermercado),ali é um shopping.. e chegando na rua que viraríamos para voltar ao Albergue… Dido solta.. caramba meninas vocês pararam Salvador, não tem uma pessoa que não olhe… eita heim…Ele falou com aquele sotaque gostoso do nordeste, mas diferente de Salvador, Dido era Recifense e algumas vogais e maneiras de falar diferenciavam das de Salvador =)


Subimos.. e ficamos contemplando o mar… a vista do albergue era perfeita, mostrava toda praia da Barra e ainda era de frente para ela, não havia uma construção sequer na frente ou algo que pudesse atrapalhar .. era o Hostel.. a rua e a praia =D que delícia, não podíamos estar melhor localizadas 😉 Ficamos pensando e conversando sobre isso algum tempo e vimos que éramos abençoadas, que nossa vida era muito boa e nascemos para isso, porém um problema começava, Eu estava começando a gostar muito do lugar e me apaixonar por ele =p


Um pouco desnorteadas, descemos para descansar! Ainda não tínhamos dormido direito, a vida estava cheia de novidades e não havíamos experimentado nosso quarto novo, que dessa vez ficava com a janela virada para praia e era todo lindinho e enorme! Falamos mais um pouco com os meninos do albergue, conhecemos Bruno, alguns outros e combinamos de sairmos a noite com eles, já que não sabíamos as boas do local =p Eu e Laísa deixamos tudo meio combinado e fomos descansar, enquanto ela via Tv, Eu colocava o despertador para as 21 horas e tirava uma ótima soneca, coisa de 40 minutos só, mas estava mais que perfeito para repor as energias e aguentar bem a noite e os dias seguintes! Quando acordei vi que Laísa também tinha conseguido pregar um pouquinho os olhos, mas já estava na hora de irmos nos preparar para a festança da noite..

*Continua..*

*Fotos…*


Olá, que bom ver você por aqui!

Não deixe de se cadastrar para receber toda as novidades do site!

Fique por dentro de todos os posts

Obrigado por assinar!

  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter